Na favela, todo dia é dia de comer um puto

Na favela não há dia e nem horário, quando o tesão chega dá se um jeito de explodir mais um rabo entre as casas da comunidade. Dois brasileiros bem empolgados transformam um cafofo em um antro de perversidade e muita sacanagem e tudo regado aos moldes do porno gay nacional.

Vídeo relacionado: Se divertindo com o cacete do magrelo pauzudo.

Leave a Reply